Fronha de cetim /seda: frescura ou segredo de beleza?

maio 14, 2018


Muitas pessoas - inclusive pacientes minhas - já são adeptas as fronhas de cetim/seda para fins estéticos. O produto promete evitar /diminuir o frizz dos cabelos e melhorar a pele. Mas será que isso é frescura, ou segredinho de beleza? É sobre isso que vamos conversar hoje.

Já recebi tantas indicações para utilizar esse produto, que resolvi pesquisar a respeito antes de comprar e vim dividir algumas informações com vocês. 

Será possível que apenas a mudança de tecido da fronha do nosso travesseiro, pode contribuir com nossa aparência de alguma forma? 

Angelina você não conta! 

E a resposta é: sim! Pode.

No vídeo onde dei dicas para quem tem pele oleosa e acneica (se você não assistiu, clique aqui!), eu já expliquei a vocês sobre a importância de trocar a fronha do travesseiro de 1 a 2x por semana, por questões de absorção e acúmulo de oleosidade, bactérias e etc. 
E através das minhas pesquisas, descobri que a qualidade e o poder absorvente do tecido podem influenciar na retenção de bactérias, absorver inclusive parte da hidratação da sua pele/cabelos e ainda causar atrito por sua aspereza! 😱

Benefícios da fronha de cetim/seda: 


É melhor para seus cabelos.
Como o cetim/seda é um tecido liso, de textura suave, seu cabelo não fica todo emaranhado/amassado enquanto dorme, já que seu cabelo vai "deslizar" pelo tecido. Além disso, seu cabelo não quebra e nem fica com frizz porque o cetim/seda permite que a umidade seja mantida enquanto o algodão absorve toda a umidade do cabelo.

Suaviza a pele.
Se você dorme de lado ou de bruços, é provável que você acorde com rugas/linhas no rosto. Infelizmente, à medida que envelhecemos, nossa pele perde elasticidade, o que significa que essas marcas não desaparecem tão rápido quanto antes. Você causará rugas desnecessárias dormindo de lado/bruços a cada noite, então tente mudar para uma fronha de cetim/seda para que seu rosto possa "deslizar" e não ficar preso em uma só posição. Claro, você pode acordar com marcas de travesseiro, mas não será tão prejudicial.

Preserva seus cílios.
Acredite ou não, quando você dorme de lado ou de bruços, você está realmente esmagando seus cílios no travesseiro. Muito parecido com o seu cabelo, fronhas de algodão puxam seus cílios, fazendo-os amassar e até mesmo cair. Pra quem usa extensão de cílios então, essa dica é de ouro para preservar os fios!

Mantém a hidratação da pele.
Não adianta aplicar aquela máscara facial poderosa antes de dormir, e depois deitar numa fronha de algodão. Como dito anteriormente, o poder de absorção do tecido influencia na retenção de bactérias e diminui a hidratação da pele. O tecido de algodão é muito absorvente, diferente do cetim/seda, logo, a fronha de cetim/seda não absorve tanto a sua hidratação e irá reter menos oleosidade/bactérias que sua pele possa apresentar no dia a dia.

Preserva os cachos naturais, escova e babyliss.
Como o atrito do cetim/seda é menor e ele não amassa tanto os fios, ele acaba preservando os cachos e prolongando o resultado de babyliss e escovas. Pra quem tem cabelos cacheados, a fronha de cetim ajuda a manter sua forma e diminui o frizz. 

Para acordar belíssima!


Mas qual escolher, a fronha de cetim ou a de seda?

Bem, aí vai do seu gosto e quanto pretende investir. A seda é muito mais cara do que o cetim, por ser de fonte natural e o cetim um tecido sintético. Há uma diferença na qualidade do tecido, sendo a seda superior, e o cetim acaba aquecendo mais durante a noite. Ambos terão o mesmo efeito nos seus cabelos e pele, então realmente vai de preferência. 


Onde comprar? 


Essa é a parte fácil. Ambos são fáceis de serem encontrados em lojas de roupas de cama, mesa & banho, mas podem ser adquiridos pela internet através do mercado livre, elo7, e até mesmo em lojas gringas como o ebay (principalmente se você quiser a de seda, sai bem mais em conta do que no Brasil). Você pode comprar o tecido também e fazer, já que é algo muito simples. Inclusive a fronha de cetim vocês podem encontrar lá na NKOSS, clicando aqui! 

Posts relacionados

0 comentários